OSCAR 2015 #02: BIRDMAN OU (A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA)

2_img_inset

Os devaneios da mente ambiciosa e falida de um ator que fez sucesso na década de 90 e agora pretende ressurgir montando uma adaptação para a Broadway, são intensamente explorados em Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância).

Essa mente ambiciosa é radicalmente interpretada por Michael Keanton (Batman) que é o pilar do filme (inclusive concorre na categoria “Melhor Ator”). Sem tal interpretação o filme do diretor Alejandro González (Babel 2006) não se sustentaria, pois tem um roteiro frágil e atuações arrogantes.

A Trama conta a história de Riggan Thomson (Michael Keanton) que fez muito sucesso nos anos 90 com uma série de filmes chamados Birdman, que com o fim das sequencias, tem seu carreira abalada pelo esquecimento, e mais de vinte anos após seu sumiço, resolve adaptar um romance da década de 60 e leva-lo para os palcos da Broadway, de forma financeira independente ele vende praticamente tudo que tem para manter, seu até então sonho sem grande chance de sucesso, firme e inabalável.

Em sua equipe teatral, ele conta com o apoio da filha drogada, o melhor amigo ambicioso, a ex-mulher que o apoia e uma espécie de namorada que ele se massa pelos corredores do teatro entre uma cena e outra. O grande devaneio do filme é a voz que ele escuta em sua mente, que nada mais é que a sombra do seu passado, o personagem Birdman, que sempre lhe dá conselhos e ao mesmo tempo o coloca para baixo.

_AF_6405.CR2

Em suas duas (longas) horas – uma hora e meia (ou mais) se passam dentro de um teatro que mais se parece um labirinto – o filme é repetitivo e nos mostra ensaios e mais ensaios de uma peça na qual quase decoramos as falas. A cada novo ensaio um acontecimento irritante nos é apresentado. Com muitos gritos e quebra-quebra torna-se massante, e quando por fim chega o momento da estreia da peça, já estamos saturados.

O filme tem seus pontos altos, que além da atuação magnifica de Michael Keanton são os momentos certos de inserir uma piada na trama, mesmo que por muitas vezes essas piadas estejam mascaradas em uma descarga de humor negro que poderia passar despercebido pelos espectadores, mas com tantas cenas repetitivas acabamos conhecendo as características dos personagens e identificando facilmente seus momentos de descontração e insatisfação.

Birdman_courtesy_Fox_Searchlight

Talvez a unica mensagem que Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) queira nos transmitir é “Não desista dos seus sonhos”, fora isso ele é vazio, e nos apresenta os egoísmos de um ator que sonha em voltar ao topo. O que me chama a atenção esse ano é que nas indicações de Melhor Filme as comédias e produções independentes tem tido destaque, podemos justificar isso talvez por que 2014 não tenha sido um bom ano para o cinema (blasfêmia!), ou simplesmente a acadêmica reconheceu o valor destes filmes (aleluia!).

Nota: 8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s